sexta-feira, 24 de outubro de 2014




Convidamos todo o público para o grande
Festejo de Encerramento da 1ª Temporada - Bonecos no Parque - dia 25 de outubro (sábado) no Teatro Carlos Werneck a partir de 11hs




Coletivo Pernalta(RJ): “ Bora Brincar

(Apresentação com Pernas de Pau)






O Coletivo PernAlta nasceu na cidade do Rio de Janeiro com o objetivo de pesquisar, difundir conhecimentos e experimentar processos criativos a partir de técnicas de equilíbrio em pernas-de-pau. Atualmente, o Coletivo mescla em seus trabalhos e aulas elementos da cultura popular brasileira, suas festas e tradições artistico-culturais, com a proposta de realizar intervenções musicais e happenings teatrais nas ruas da cidade.


+


Cortejo Boi Marruá(RJ) - “ Cortejo do Boi Marruá”
(Espetáculo Itinerante em cortejo)





Brincadeiras e autos tendo o boi como figura central são recorrentes em diversas regiões do Brasil. Inspirados nesta diversidade, em especial nos cortejos de bois que desfilam no carnaval pernambucano, um grupo de artistas e educadores fez nascer um novo boi. “Marruá” é boi do mato, boi que não foi domesticado por nenhum vaqueiro; boi mítico, encantado, que anda por aí solto nos descampados do mundo. Junto a ele, em seu cortejo, outros seres se apresentam: o Jaraguá, ser fantasmagórico mas que “só sabe vadiar”, a Bernúncia, uma cobra gigante que brinca de comer e “descomer” crianças; o Cavalinho, o Urubu, e os vaqueiros todos com seus cantos, danças e instrumentos.














terça-feira, 14 de outubro de 2014




A Dobradinha voltou, agora com dois espetáculos diferentes do grupo Papavento. Dia 18 de outubro às 11hs tem : "Branca de Neve" e dia 19 de outubro às 11hs tem :"Os três Porquinhos"


18 de Outubro – Grupo Papavento(RJ) – Espetáculo:  Branca de Neve






A história de Branca de Neve e os Sete Anões adaptada para teatro de fantoches. Destaque para a transformação da madrasta em Bruxa, o Espelho Mágico, os Sete Anões conversando com Branca de Neve, o despertar de Branca de Neve depois do beijo de amor.



19 de Outubro – Grupo Papavento(RJ) – Espetáculo:  Os Três Porquinhos





Uma das histórias mais solicitadas da Papa Vento – sucesso absoluto! História clássica que todas as crianças curtem e se divertem, participando de cada momento e interagindo com os bonecos em cada cena. O Lobo Mau convida as crianças a cantarem sua música e sai correndo atrás dos porquinhos. As casinhas caindo, os porquinhos assustados e as crianças ajudando e participando!



Ficha técnica: (Equipe Papavento)
Direção Geral: Cristiana Lacerda
Manipuladores de Bonecos: Júlia Sarraf, Leandro Romano, Juliana Figueiredo, Ana Buffone, Luiza Sussekind, Marina Dalgalarrondo, Camila Salgado, Luiz Ribeiro, Nathalia Sarvat
Cenários: Isabel de Moura e Francisco Ramos



(Antes e depois dos espetáculos haverá apresentação do grupo caixeiros viajantes (rj) com seu teatro de lambe lambe em espetáculo de 2 minutos)

sexta-feira, 10 de outubro de 2014



Neste Final de Semana tem dobradinha do grupo Aldeia Teatro (MG) com um espetáculo no sábado e outro diferente no domingo , no Bonecos no Parque às 11hs




11 de OutubroAldeia Teatro(BH): Espetáculo “ Entre Lobos e Pássaros



O Grupo Aldeia surgiu para resgatar a magia do folclore, com seus mitos e lendas, por meio da poesia. No espetáculo “Entre Lobos e Pássaros”, duas contadoras e cantadeiras de histórias, interpretadas por Anita Fernandes e Débora Mazochi, abrem suas bagagens e revelam a magia de lendas africanas e histórias de poetas brasileiros.

Ficha Técnica:

Elenco: Anita Fernandes e Débora Mazochi
Direção: Silvino Fernandes



12 de OutubroAldeia Teatro(BH): Espetáculo“ Aldeia de Histórias



Uma vaca faladeira, um pequeno menino que mora em um bolso de uma saia, um vento-véu chamado Arlindo e uma minhoca preguiçosa ....Personagens que moram em malas, roupas e dentro da nossa imaginação! Com bonecos, trecos e objetos, a atriz Débora Mazochi leva aos pequeninos brincadeiras de faz de conta, parlendas, quadrinhas e histórias mágicas...

FICHA TÉCNICA:

Contadoras de Histórias: Débora Mazochi
Bonecos e Cenário: Aldeia Teatro de Bonecos (Vaca Frô: Cauê Salles)
Roteiro e adaptação de texto: Débora Mazochi
Figurino: Marcela Melo e Anita Fernandes
Direção Geral: Débora Mazochi
Direção de Manipulação: Suzana Louzada
Preparação Vocal: Neyde Ziviani

quinta-feira, 2 de outubro de 2014



(Lembro a todos que devido às eleições 05/10, neste final de semana teremos apresentação apenas no sábado)



Títeres Harapo da argentina vem ao Brasil em apresentação única no Bonecos no Parque dia 04/10 às 11hs – Não percam!






Uma História de Amor do grupo argentino Harapo, que já teve apresentações em vários países da europa, incluindo os vagões de Metrô de Paris, nos presenteia com 5 histórias com diferentes tècnicas de animação de bonecos. Dentre elas, temos contos de autores como Federico Garcia Lorca e Horácio Peralta e com trilha sonora que passeia pela música de tchaikovsky e piazolla.


O espetáculo reúne os esquetes: O Escultor, O Idiota, Uma História de Amor, Juanito Laguna, A Parca.


(Após o Espetáculo, o bonequeiro Marcelo Peralta mostrará os bonecos, falará de seu trabalho e da época que fazia espetáculos no metrô de Paris. )


Ficha Técnica:

Interpretação e Direção: Marcelo Peralta
Confecção dos Bonecos: Namcy Medel



sexta-feira, 26 de setembro de 2014




Você já ouviu a historia da semente de girassol que se........?

Quando o elefante Hélio descobriu na amizade a...........?



Carla Kalindrah libera todo seu universo mágico na sua “Contação de Histórias” no Bonecos no Parque, dias 27 e 28 de Setembro às 11hs


Através da técnica de Contação de Histórias com o uso de vestidos, canastras, objetos diversos usuais ou criados, bonecos, tapetes artesanais, articulação da voz, gestus e linguagem clow, Carla Kalindrah narra histórias populares míticas, lendas, causos, contos de fada, de sua autoria, como “O Elefantinho Estabanado”, “A Menina que virou Cupim” entre outras,  e pode até criar, na hora, junto com as crianças, uma história coletiva!

(Após o espetáculo de sábado –27/09  haverá uma atividade lúdica circense com a platéia)


Ficha Técnica:
Atuação e Manipulação dos Bonecos : Carla Kalindrah
Roteiro do espetáculo e Criação das Histórias : Carla Kalindrah



sexta-feira, 19 de setembro de 2014



Na sua cidade bicho tem vez?



Costurando Histórias dá voz a natureza no espetáculo : “Fala, Bicho!” , no Bonecos no Parque, nos dias 20 e 21 de Setembro às 11 hs




O grupo Costurando Histórias, que completa 13 anos de atividades , Neste espetáculo apresenta histórias de grandes autores que abordam, direta ou indiretamente, a questão ambiental. Como viver em harmonia entre buzinas e prédios? É possível uma grande comemoração no brejo, com animais de diferentes espécies, sem que haja confusão? O que podemos fazer para não calar nosso desejo de expressão? Podemos contar com o grande espírito da floresta para nos ajudar em nossa capacidade inata de beleza e alegria?

Dessa vez, as histórias de Fábio Sombra, Silvia Orthof e Leonardo Boff fornecem linha e pano para as costuras do grupo. Tem ciranda no brejo e tapete novo na roda. Esplendor na mata e confusão na Av. Atlântica. Viola caipira, buzinas, cacarejos, pios e coaxos dão enredo ao proseado.

Ficha Técnica:
Direção e Adaptação: Daniela Fossaluza
Elenco:Daniela Fossaluza, Denise Goneve e Cezar Augusto Pereira
Criação dos Tapetes: Daniela Fossaluza, Denise Goneve com a colaboração de Ama Oliveira

(Após o Espetáculo de sábado - 20/07 -haverá uma atividade Lúdica com a Platéia)



quinta-feira, 11 de setembro de 2014



Bonecos no Parque recebe Augusto Pessoa com o espetáculo : “Histórias de Antanho”, nos dias 13 e 14 de Setembro às 11hs






Augusto Pessoa conta histórias a muito tempo.  Em Histórias de Antanho* ele retorna ao trabalho de contador de histórias e apresenta contos recolhidos de importantes estudiosos da mitologia e do folclore brasileiro, como : Silvio Romero, Câmara Cascudo e Basílio de Magalhães.


*Antanho(adv.) – Nos tempos passados, outrora, tempos antigos.



(Após o espetáculo  do sábado 13/07 haverá uma atividade lúdica com a platéia)

quarta-feira, 3 de setembro de 2014



Vocês nem sabem como a água precisa da nossa ajuda




Grupo Papum(SC) dá um banho na sujeira e leva o espetáculo “Água Vida”  ao Bonecos no Parque nos dias 6 e 7 de Setembro às 11hs






Papum e Maquinéia (atores) descobrem que a torneira está aberta, desperdiçando água. A partir daí, começam a contar a história da D. Água, com bonecos feitos a partir de objetos de uso comum na condução da água, como canecas, jarras e canos:

Dona Água já se sentia mal após viajar da nascente até a cidade, quando é atacada por Argh, o Esgoto. Ela então procura a ajuda do Dr. Eça Hude. O médico, horrorizado pelo estado em que D. Água se encontra, explica, através de desenhos, o quanto a água potável é rara e preciosa. Ao examiná-la, ele leva um susto ao se deparar com Elba Quitéria, uma bactéria, e com “Co-coliforme” Fecal, apelidado de Cocô, fedorento e gago. Equanto isso, Argh, o Esgoto, reaparece, passando-se por enfermeira.

O Doutor faz um tratamento completo na Água, com sulfato de alumínio, cloro e flúor e ela volta a ser potável. Enciumado, Argh se revela e quer contaminar novamente D. Água. Quer saber por que é que ele também não pode ser tratado. O doutor, com muito cuidado, explica que para o esgoto também existe tratamento.


Ficha Técnica:
Texto: Sérgio Tastaldi e Márcia Pagani
Direção e Bonecos: Sérgio Tastaldi
Músicas: Márcia Pagani

(Após o espetáculo do dia 06/09 – sábado – haverá uma atividade lúdica com a platéia)

segunda-feira, 25 de agosto de 2014



Para ninguém chegar atrasado ao teatro que tal uma carona com o saci ou a mula sem cabeça?


Fanfarra Produções (RJ) desfila tipos tradicionais da cultura popular brasileira em “Folclore, Festas e Mitos”, no Bonecos no Parque nos dias 30 e 31 de Agosto às 11hs







Os Principais personagens do folclore brasileiro como o Boitatá, o Saci-pererê, o Curupira, o Boto, a Iara(sereia dos rios), a Mula sem Cabeça, o Lobisomen, a Mãozinha Preta, o Pinto Pelado e outros, surgem em situações divertidas revelando suas histórias através da música e contando com a participação de figuras cotidianas como a cozinheira, o pescador e o médico. Ao final, é encenada uma versão para bonecos do folguedo “Boi de Mamão”, versão “Sulina” do “Bumba Meu Boi” nordestino.


Ficha técnica:
Roteiro e Músicas: Heleno Hauer
Arranjos: Marcelo Neves
Artesãos em Espuma: Marcelo Horácio e Tom do Tuiuti
Painés: Josias e Alenílson
Manipuladores: Caio Júlio e Carlos Belfort
Figurinos: Lígia Medeiros


(Após o espetáculo do dia 30<sábado> haverá uma atividade lúdica com a platéia)

quinta-feira, 21 de agosto de 2014



Você já se perguntou qual é a história da sua vida?



Miyashiro Teatro de Bonecos(PR) traz ao Bonecos no Parque o espetáculo "Brisalenta" contando  a saga do pequeno Talindo em busca da sua própria história pessoal, nos dias 23 e 24 de Agosto às 11hs







A Myiashiro Teatro de Bonecos, de Jorge Myiashiro em seus mais de 10 anos de trajetória, homenageia o teatro de luvas e sua tradição através do estudo das técnica dos mestres de Luva - Carlos Piñero da Argentina e Yang Feng da China.


Sinopse: Brisalenta é uma epopéia, Talindo vai até brisalenta em busca de histórias para se entreter, mas ao conversar com Dona Hortaliça percebe que elas desapareceram.Ele, então, embarca em uma grande aventura recheada de poesia, aonde a principal história a ser resgatada é a sua história pessoal.


Ficha Técnica
Texto/Direção/Atuação: Jorge Miyashiro
Confecção dos Bonecos: Miyashiro Teatro de Bonecos
Trilha Sonora: Miyashiro Teatro de Bonecos
Adereços e Pintura: Miyashiro Teatro de Bonecos



(Após o espetáculo do dia 23 <sábado> haverá oficina de Bonecos de Luva com o ator/ manipulador Jorge Myiashiro)

quarta-feira, 13 de agosto de 2014



Você não vai querer sair às ruas de Amorosa tarde da noite



Café Produções(RJ) leva ao Bonecos no Parque a incomum história da cidade de "Amorosa" nos dias 16 e 17 de Agosto às 11hs




Contando com dois atores e cerca de trinta bonecos( de tamanho natural e gigante) o espetáculo foi realizado a partir de minuciosa pesquisa do folclore brasileiro na tentativa de desvendar a riqueza do imaginário popular nacional.

Amorosa é uma cidade diferente de todas as outras. É habitada por personagens extraordinários.  Até mesmo a mula sem cabeça e o lobisomem já foram moradores da cidade, mas, atualmente, sua população está ainda mais assustada. Uma nova assombração, nunca vista antes, tem visitado a cidade toda noite de lua cheia. E ninguém sabe o que é.


Ficha técnica
Texto e Direção: Fátima Café
Supervisão Geral: Adriana Maia
Música Original: Carlos Café
Bonecos e figurinos: Fátima Café
Iluminação : Renato Machado
Elenco: Ricardo Romão e Fátima Café


(Após o Espetáculo de sábado – 16/08 – Haverá uma atividade lúdica com a platéia)



terça-feira, 5 de agosto de 2014


O que fazer para domar as feras quando seu mascote e ajudante não quer mais colaborar.....

O Grupo Seres de luz leva ao Teatro Carlos Werneck a história do lírico e desajeitado clown jamim e seu mascote Pippo, no Bonecos no Parque dias 09 e 10 de agosto às 11hs






Em o Acrobata vemos o clown Jasmim, numa tradicional saga de domadores de feras, tentando inutilmente fazer com que o seu insólito mascote Pippo realize "perigosas" proezas acrobáticas.


Uma dupla muito especial, uma relação onde o domador e a mascote surpreendem à platéia por sua ternura e simplicidade. O que acontece quando a fera não é um temível leão, nem um tigre feroz, senão uma insólita mascote que não gosta muito de trabalhar?


Ficha Técnica

Direção: Nani Colombaioni (in memorian)
Clown "jasmim": Lily Curcio
Cenogafia e Adereços: Nani Colombaioni e Abel Saavedra
Desenho de Luz: Abel Saavedra
Figurino: Lily Curcio
Contra Regra e Operador de som: Danbiel Salvi e Abel Saavedra
Operador de Luz: Eduardo Brasil
Duração: 50 minutos
Livre para todas as idades
Gênero: Comédia

(Após o espetáculo do dia 09 – sábado - haverá uma atividade lúdica com a platéia)




terça-feira, 29 de julho de 2014



Nesse final de semana vamos transformar o teatro num picadeiro


Fabiano Freitas monta o seu "Circo a Céu Aberto" e traz diversão garantida ao Bonecos no Parque nos dias 2 e 3 de Agosto às 11hs





Concebido em 2003, este espetáculo de Fabiano Freitas reúne esquetes cômicas, clássicas e originais. O Circo a céu aberto pretende resgatar para o espaço público a atmosfera lírica e poética do teatro de rua, interagindo livremente com crianças, famílias e presentes, sempre contribuindo com a integração e diversão de todos.


(Após o espetáculo do dia 2/sábado haverá uma oficina com a arte educadora e produtora do evento Bonecos no Parque - Ana Deveza)

quinta-feira, 24 de julho de 2014



Abram alas porque, esse boi, vaqueiro nenhum vai conseguir domar


Bonecos no parque convida todos a se juntarem em um cortejo de boi e outros seres fantásticos no espetáculo: " Cortejo do Boi Marruá" nos dias 26 e 27 de julho ás 11hs





Brincadeiras e autos tendo o boi como figura central são recorrentes em diversas regiões do Brasil. Inspirados nesta diversidade, em especial nos cortejos de bois que desfilam no carnaval pernambucano, um grupo de artistas e educadores fez nascer um novo boi. “Marruá” é boi do mato, boi que não foi domesticado por nenhum vaqueiro; boi mítico, encantado, que anda por aí solto nos descampados do mundo. Junto a ele, em seu cortejo, outros seres se apresentam: o Jaraguá, ser fantasmagórico mas que “só sabe vadiar”, a Bernúncia, uma cobra gigante que brinca de comer e “descomer” crianças; o Cavalinho, o Urubu, e os vaqueiros todos com seus cantos, danças e instrumentos.
O espetáculo é acompanhado por música executada com instrumentos tradicionais dos bois maranhenses, pandeirões, matracas, maracás, e outros dos bois-de-mamão do sul, como a sanfona, triângulo, pandeiro e viola.

(Após o espetáculo do dia 26(sábado) haverá uma atividade lúdica com o público)

terça-feira, 15 de julho de 2014



Pode vir que nessa história as diferenças não fazem a menor diferença



Grupo Fanfarra produções narra a aventura ecológica de uma simpática morceguinha criada por uma família de pássaros no Bonecos no Parque, dias 19 e 20 de julho às 11hs




Stellaluna é uma morceguinha que cai em um ninho de passarinhos após sua mãe ser atacada por uma coruja e vai ser criada como um passarinho em um ambiente de hábitos contrastantes aos da sua espécie. Sua adoção é orientada pela voz de Mamãe Natureza, que também intervém em outros episódios da história.


Assim que aprendem a voar, os filhotes sobrevoam diversos ambientes em cenas de conteúdo ecológico, conhecendo chaminés poluentes e com tratamento de gases, lagos poluídos e preservados, a poluição atmosférica, um passarinho preso, etc. Em um dos passeios, Stellaluna reencontra sua mamãe morcega e a confusão se esclarece em um clima de confraternização.



Ficha Técnica:
Texto original: Janel Cannon
Adaptação de roteiro e direção: Heleno Hauer
Músicas: Heleno Hauer
Arranjos: Marcelo Neves
Confecção de bonecos: Marcelo Horácio e Tom do Tuiutí
Playback de vozes: Paula Novaes, Dirceu de Mattos. Michaela Casanova, Diogo Borges, entre outros.
Painéis – Alenílsom
Duração : 40 minutos
Número de bonecos: 20



quinta-feira, 10 de julho de 2014



Esse final de semana é todo delas


Bonecos no parque recebe o espetáculo " de mãe para filho" da contadora de histórias Rosa Dias nos dias 12 e 13 de julho



O espetáculo "De mãe para filho" elaborado por Rosa Dias constroe, a partir da reunião de histórias do folclore de vários países, uma delicada teia que tem em comum o sentimento universal que une toda a mãe a seu filho. Em cinco contos da tradição oral de diversos países, os quais têm como tema comum o amor materno nas suas mais variadas formas.Música, fantoches, cenários e figurinos coloridos serão alguns dos recursos utilizados para encantar o público, além, é claro, da magia própria de cada história.

As histórias são: A fonte que deu de beber aos filhos gêmeos ou a mãe que se sacrifica (Nigéria); Vassilissa, a formosa ou a mãe que protege (Rússia); Canta, canta, meu surrão ou a mãe salvadora (Brasil); O segredo das galinhas ou a mãe muito malandra (Portugal); A mãe de Begal ou a mãe que busca justiça (Paquistão).

Público-alvo

Crianças a partir de 5 anos, jovens, adultos e idosos.

Tempo de duração do evento

O espetáculo tem a duração de 50 minutos. 


(após o espetáculo de sábado, a autora e contadora de histórias , Rosa Dias, vai promover com o público a oficina Vem Brincar comigo)

terça-feira, 1 de julho de 2014



Vamos ajudar a Vovò a dar uma lição nesse jacaré?


Grupo PapaVento de teatro de bonecos pede a ajuda das crianças para estragar os planos de um tal jacaré bagunceirono espetáculo " Pedrinho e o Jacaré" no Bonecos no Parque 05 e 06 de Julho às 11hs





O Menino e o Jacaré, uma das histórias mais solicitadas do Teatro Papa Vento pede a participação das crianças e traz muitas brincadeira. A vovó pede a seu neto para secar três roupinhas que acabou de lavar e quando ele está secando um Jacaré bagunceiro aparece e pega as roupinhas. A partir daí começam muitas brincadeiras e a participação das crianças para recuperá-las.




(Após o Espetáculo do dia 05/07- sábado- vai acontecer uma atividade Lúdica de dobradura de papel com o grupo PapaVento)

quinta-feira, 26 de junho de 2014



Atenção!!!!! esta semana, excepcionalmente, por conta do jogo Brasil x Chile , não haverá espetáculo no sábado. O espetáculo de domingo acontecerá normalmente às 11hs

Fanfarra Produções faz dos animais os verdadeiros artistas e traz " É o Bicho" ao Bonecos no Parque no dia 29 de junho(Domingo) às 11hs






Um falso turista vai à floresta conhecer os bichos artistas, pretendendo raptar a melhor atração e trazê-la para a cidade. Chega a um festival através da amizade que faz com um sapo cantor e conhece vários números: a apresentadora Sapa Sapopovick, o Rato Astronauta, o Coelho a Jato, as Lesminhas Amestradas, o Elefante Bombeiro (que solta água pela tromba), o Balé dos Peixes (que realizam sua coerografia em meio a bolhas de sabão), a Altíssima Girafa, a Lagarta Aeróbica (que vira borboleta), a Cobra Contorcionista, o Macaco e o Leão Repentistas e muitas outras atrações.
Mas ele próprio acaba preso em sua jaula, vítima do Jacaré Malandro que descobre sua trama.

Roteiro e músicas: Heleno Hauer
Manipuladores: Caio Júlio e João Luiz
Cenários: Alenílson
Arranjos: Heleno Hauer
Vozes (playbacks) Tânia Oiticica, Adriana Souza, Bruno Penna, Dirceu de Mattos, entre outros.
Duração: 45 minutos